3ª Vara Cível do Foro de Andradina

Lote 01: 3ª Vara Cível do Foro de Andradina

Valores atualizados

Avaliação750.000,00
Lance mínimo750.000,00
Incremento3.000,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas4

ÁREA RURAL 19,49 HECTARES COM BENFEITORIAS - BAIRRO TIMBORÉ - ANDRADINA / SP.

LOTE 01 - IMÓVEL RURAL– “Denominado Sitio São Sebastião (Atual Estância Koike), situado no Bairro Timboré, município e comarca de Andradina, Estado de São Paulo c/ a área de 7 alqueires e 15.513 metros quadrados, ou seja, 19,49,13 has de terras, contendo benfeitorias, dividindo e confrontando ao norte com terras de Simplicio Pedro da Silva, ao Sul com terras de Sihei Koike, à Leste com terras da Fazenda Guanabara e a Oeste com a estrada municipal Timboré – Andradina.

ConformeAv.02/1.509– Características corretas do imóvel: “Uma área de terras rurais, na Fazenda Barra do Tiête, imóvel Guanabara, neste município e comarca de Andradina – SP, com a área de 18,49,13 Ha., dentro das seguintes divisas: começa em um marco na Estrada Andradina – Timboré, na divisa de Waldemar Moreno, segue rumo SE 88° 55´ na distância de 1.442,00 metros, até a divisa da Fazenda Guanabara, daí segue rumo NE 2° 00`na distância de 129,00 metros, até a divisa de Simplício Pedro da Silva, daí pela mesma divisa, rumo 89° 00 na distância de 1.437,00 metros até o marco colocado na mediana, dividindo com o mesmo, daí à esquerda pela dita Estrada, até o ponto de partida, na distância de 128,00 metros, contendo diversas benfeitorias.” Cadastro INCRA nº 607.010.006.076-0. Cadastro Receita Federal nº 0.752.592-3.

Matriculado sob nº 1.509 do CRI de Andradina/SP.Avaliação: R$ 750.000,00 (Junho/2019).

ÔNUS:Consta na referida matrículaR.11/ R.29 / R.32 / R.36– Hipoteca em Favor do Banco do Brasil S/A;

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fl.114) realizada em Junho/2019, correspondente aoLOTE 01-R$ 750.000,00 (Imóvel). No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a70%do valor da avaliação judicial, equivalente aoLOTE 01 -R$ 525.000,00.(Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

Os bens serão vendidos no estado de conservação em que se encontram, sem garantia, constituindo ônus ao interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

1ª Vara Cível do Foro de Piraju

Lote 01: 1ª Vara Cível do Foro de Piraju

Valores atualizados

Avaliação363.651,89
Lance mínimo363.651,89
Incremento1.500,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas678

BEM A SER PRACEADO:PARTE IDEAL DE 19,312% DO IMÓVEL - CORRESPONDENTE A 6,90 ALQUEIRES DE TERRAS

IMÓVEL:PIRAJU – FAZENDA SANTA MARTA.“Um imóvel agrícola denominado Santa Marta, encravado na fazenda Enxovia, ou Agua Morna, deste município, com a área de 35,817 alqueires, equivalentes a 86,67 71 há., tudo mais ou menos, contendo as benfeitorias constantes de 3 casas de tijolos, cobertas de telhas, uma tulha de taboas, coberta de telhas, terreiro ladrilhado, mangueira de taboas e galpão coberto de telhas, 9.000 cafeeiros, 6.000 pés de eucaliptos, pomar e outras benfeitorias menores existentes, dividindo e confrontando em seu todo com José Maurício de Oliveira Leme, Via Raposo Tavares, João Venturelli, José Bernardino Venturelli, Represa Jurumirim, Lauro Damiati, dito imóvel é remanescente de área maior; havido por compra a VicenteDell’ Agnolo e muller, conforme escritura lavrada nº2º ofício local em 20.11.68, pelo valor de CR. 58.000,00, devidamente transcrita sob número 24.691”.

Cadastro no INCRA nº 628.085.003.964-4. Cadastro na Receita Federal nº 0755434-6.

Matriculado sob nº 3.445 do CRI de Piraju/SP.Avaliação:R$ 363.651,89

Laudo de Avaliação:Na área avaliada, existem benfeitorias e edificações:

a) 01 Barracão de alvenaria, destinado a guarda de máquinas agrícolas, insumos e estoques, com área construída de aproximadamente 350,00m².

b) 01 Barracão de alvenaria, destinado a guarda de equipamentos e insumos, com área construída de aproximadamente 300,00m².

c) 01 Silo metálico, destinado a secagem de café, com diâmetro de aproximadamente 8,00m, possui muitos anos de uso, com sinais de ferrugem e em estado de deterioração.

d) 01 Casa do Caseiro, de nível rústico, destinada a moradia de empregado, com área construída de aproximadamente 36,00 m², com anomalias e trincas na alvenaria.

e) 04 Casas de alvenaria, de nível muito rústico, destinada a moradia de antigos colonos, porém desativadas, abandonadas e deterioradas, com área construída de aproximadamente 15,00 m² cada.

f) 03 Tulhas de madeira, muito rústicas e em estado de deterioração, totalizando uma área total de 70,00m². 

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM: No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fls.175/198) no importe de R$ 1.883.035,88em sua totalidade, ou seja, para PARTE IDEAL CORRESPONDENTE A 19,3120% DO IMÓVEL, corresponde a R$ 363.651,89 (Junho/2018), que será atualizada à época da alienação. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a 60% do valor atualizado da avaliação judicial (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

2ª Vara Cível da Comarca de Timóteo

Lote 01: 2ª Vara Cível da Comarca de Timóteo

Valores atualizados

Avaliação650.000,00
Lance mínimo325.000,00
Incremento3.000,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas253

93,88 Hectares de Terras no Municipio de Jaíba / MG.

IMÓVEL RURAL, situado no lugar denominado “Santa Cruz do Rio Verde”, Fazenda Ramalhudo Mártires, distrito de Gameleira (hoje município de Jaíba-MG), Comarca de Manga (MG), pertencendo o quinhão com a área de 93,88 ha (noventa e três hectares e oitenta e oito ares), dentro dos seguintes limites e confrontações: - “O Polígono inicia no marco de nº 6-B cravado na divisa com Mércio José Rodrigues Oliveira. Deste com rumo magnético de 05°35´15” SE e distância de 400,00m limitando com Mércio José Rodrigues Oliveira, está o marco de nº 6-D. Daí, com rumo 75°34´46” e distância de 713,482m mesmo confinante, está o arco de nº 17-B. Deste segue sentido a montante ao Rio Verde Grande, numa distância aproximada de 1.510,261m até o marco de nº 23. Do marco de nº 23 com rumo 00°10´39” e distância de 1.309,918m, limitando com Márcio Rodrigo de Oliveira, está o marco de nº 6-A. Deste com rumo 71°03´46” SW e distância de 582,688m, limitando com Amélia Cândida Oliveira Rodrigues; está o marco de nº 6-B, que é o início deste polígono.”

Conforme Av.02/7987 – Área de Reserva Florestal Preservada é de 22,65,39 ha (Vinte e dois hectares, sessenta e cinco ares e trinta e nove centiares); Fica grava como utilização limitada, não podendo nela ser feito qualquer tipo de exploração, a não ser mediante autorização do IEF. Cadastro no INCRA nº 436.224.014.745-2. NIRF nº 5.464.921-8.

Avaliação: R$ 650.000,00. Matriculado sob nº 7.987 do CRI da Comarca de Manga - MG.

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

ÔNUS: Consta na referida matrícula R.06 – Hipoteca em favor do Banco Bradesco S/A;

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM: No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial que corresponde a R$ 650.000,00 (Novembro/2017). No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a 50% do valor da avaliação judicial, correspondente a R$ 325.000,00. (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

1ª Vara Cível do Foro de Tupanciret

Lote 01: 1ª Vara Cível do Foro de Tupanciret

Valores atualizados

Avaliação8.123.117,48
Lance mínimo4.061.558,74
Incremento10.000,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas811

VALOR NA SEGUNDA PRAÇA: r$ 4.061.558,74

UMA FRAÇÃO DE TERRAS de campo, sem benfeitorias, com área superficial de 2.689.774 m² (dois milhões, seiscentos e oitenta e nove mil, setecentos e setenta e quatro metros quadrados), situada no município de Quevedos, nesta Comarca (São Pedro do Sul), no lugar denominado “Aguapé”, com as seguintes confrontações: ao NORTE, com terras de Lacy Nascimento Viegas e com terras de Licércio do Nascimento e Silva; ao SUL, com terras de Clarhynto Salles Pint; ao LESTE, com terras de Josefino da Silva Pereira; e, ao OESTE, com terras de Clarhynto Salles Pinto e Vicente Quadros do Nascimento.

2ª Vara Cível da Comarca Manhuaçu

Lote 01: 2ª Vara Cível da Comarca Manhuaçu

Valores atualizados

Avaliação220.000,00
Lance mínimo275.510,00
Incremento1.500,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas106

ÁREA RURAL- “01 alqueire e 03 litros e fração de terrenos, ou seja, 05.20.30 hectares de terrenos legítimos, em comum numa área maior medindo 39,30 hectares, situado no lugar denominado “Córrego Santa Rita ou Córrego Dona Joana”, distrito de Manhuaçu – MG.”

LOCALIZAÇÃO:Zona Rural - Córrego Dona Joana Km 10 - Manhuaçu / MG.

CIRCUNSCRIÇÃO DENOMINAÇÃO OU RUA E Nº - “CÓRREGO D. JOANA”, distrito desta cidade. CARACTERÍSTICAS E CONFRONTAÇÕES:Uma área de trinta e cinco (35) litros,mais ou menos de terrenos legítimos, contendo uma casa de morada, dividindo por seus diferentes lados com Simeão Miranda Barbosa, Antonio Bairral de Abreu e com o próprio comprador.

NOME, DOMICÍLIO E PROFISSÃO DO ADQUIRENTE: JOSÉ MARIA DE ABREU, casado, proprietário, residente no distrito desta cidade. Escritura lavrada no cartório do 3º Ofício, em 13/7/973. Livro 03-AF, fls. 97, TRANSCRIÇÃO n°. 30.744, datada de 06 de Novembro de 1.974 do CRI de Manhuaçu – MG.Avaliação:R$ 220.000,00 (Março/2015).

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fl.55) no valor de R$ 220.000,00(Março/2015), que atualizado para o leilão, corresponde aR$ 275.510,00.No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a60%(sessenta) do valor da avaliação judicial atualizada, equivalente aR$ 165.306,00(Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

2ª Vara Cível da Comarca Manhumirim

Lote 01: 2ª Vara Cível da Comarca Manhumirim

Valores atualizados

Avaliação1.000.000,00
Lance mínimo1.000.000,00
Incremento3.000,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas76

ÁREA RURAL 14,5210 HECTARES- “IMÓVEL RURAL(R.05/361) denominado Córrego Água Limpa, Pinheiros, Município da cidade de Martins Soares, MG, nesta comarca, com uma área de14.52.10ha de terras, dentro dos seguintes limites: partindo de um marco na divisa do condômino Flávio Luiz Alves e de Antônio Cantamissa de Andrade, segue com este marco na divisa de Valdir Marques de Freitas, deste segue 32°00SE até outro marco, segue rumo 53°00SW até um marco na divisa do espólio de Simão Huebra Matos, descendo até outro marco, na divisa do condômino Custódio da Silva, descendo com este até o córrego, segue subindo pelo córrego até o marco na divisa do condômino Flávio Luiz Alves, daí sobe em linha reta ainda com Flávio Luiz Alves, rumo 48°30SE 475, 59°00SW até o ponto de partida, contendo nesta área como benfeitorias: uma casa, um barraco e 8.000 cafeeiros”. Matriculado sob nº 361 do CRI da Comarca de Manhumirim - MG.

Conforme Avaliação: Trata-se de uma área rural, com aproximadamente 1Km do Distrito de Pinheiro de Minas que margeia a BR-262. Possui energia elétrica, água, 2 açudes, três casas, dois terreiros cimentados que medem juntos aprox. 1.500m², um engenho de cana elétrico, uma varanda pequena onde abriga o secador de café, um secador de café elétrico, 40.000 pés de café com aprox. 15 anos, pasto para quatro cabeças, um pequeno curral e tulha.

Localização:Córrego Água Limpa – Pinheiros – Zona Rural de Martins Soares/MG. 

ÔNUS:Consta na referida matrículaHipotecaem favor do Banco do Brasil S/A;

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fl.115) que corresponde aR$ 1.000.000,00 (Outubro/2018). No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a50%(cinquenta) do valor da avaliação judicial (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.