Fazenda Santo Apolinário - 58 Hectares - Manhuaçu - MG

Fazenda Santo Apolinário - 58 Hectares - Manhuaçu - MG

Modalidade: Online
Local do leilão:
Leilão: Judicial
Leiloeiro: Eduardo Basques Leo
ID: 1019
Data Abertura Fechamento
1ª Praça 07/03/22 às 13h00 10/03/22 às 13h00
2ª Praça 10/03/22 às 13h00 30/03/22 às 13h00

Lote 01 - Fazenda 58 hectares em Manhuaçu - MG

  • Processo:0131298-17.2010.8.13.0394
  • Vara:2ª Vara Cível da comarca de Manhuaçu
  • Exequente:Banco do Brasil S/A
  • Executado:Paulo José Alvarenga Bitencourt

Descrição completa do lote:


BEM PRACEADO:

IMÓVEL: Fazenda Santo Apolinário, distrito de Reduto, constante de uma área de doze (12) alqueires de terrenos legítimos, contendo pasto e tapumes de arame, dividindo por seus diferentes lados com o Dr. Celso Alves de Melo, com Maria Andrade Bittencourt, com a compradora, com Guaraci de Carvalho e com Ismael Lima e com quem mais de direito. Matriculado sob nº  2.228 do CRI de Manhuaçu/MG. Avaliação: R$ 3.000.000,00 (Março de 2020). Localização do Bem: Fazenda Santo Apolinário – Distrito de Reduto. Conforme laudo de avaliação: Encontra-se edificadas as seguintes benfeitorias: seis casas de colonos, dois terrenos de cimento com 3.500m² e 2.700m², três currais para cultura pecuária de bovinos, sendo que um é equipado com canzileira para 60 bovinos e outro com capacidade para tratamento de 30 animais, uma tulha, aproximadamente quatro mil arvores de eucalipto e área total em pasto para prática de pecuária. Os bens serão vendidos no estado de conservação em que se encontram, sem garantias, constituindo ônus ao interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

ONUS: R10, R11, R12, R13 – Hipoteca em favor de Banco do Brasil S/A, AV-14 – Cédula Rural Pignoratícia n°889.765 emitida pela Cooperativa de Crédito da Zona da Mata de Minas.

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM: No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fls.171) realizada em março/2020, no valor de R$ 3.000.000,00, que atualizado para o leilão corresponde a R$ 3.447.000,00. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a 50% do valor atualizado da avaliação judicial, equivalente a R$ 1.726.500,00 (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital, e, não tendo sido fixado preço mínimo, considera-se vil o preço inferior a cinquenta por cento do valor da avaliação).

Edital do leilão
Formas de pagamento

OBRIGAÇÕES DO ARREMATANTE: Eventuais débitos sobre o imóvel e todas as providências e despesas relativas à transferência do bem, tais como desocupação, ITBI, certidões, registro e outras despesas pertinentes, correrão por conta do arrematante, exceto eventuais débitos de IPTU e demais taxas e impostos, conforme o art. 130, “caput” e parágrafo único do CTN, (que possuem natureza “propter rem”), os quais ficam sub-rogados no preço da arrematação.

DA ARREMATAÇÃO: O arrematante deverá assinar o auto de arrematação, conforme disposição do art. 903 do NCPC, (Qualquer que seja a modalidade do leilão, assinado o auto pelo juiz, pelo arrematante e pelo leiloeiro, a arrematação será considerada perfeita, acabada e irretratável, ainda que venham a ser julgados procedentes os embargos do executado ou a ação autônoma de que trata o § 4º, deste artigo, assegurada a possibilidade de reparação pelos prejuízos sofridos).

PAGAMENTO E CONDIÇÕES DE VENDA: O arrematante efetuará o pagamento à vista.

Pagamento à vista: O depósito deve ser efetuado em até 24 hrs do encerramento do leilão, através de guia de depósito judicial do Banco do Brasil (obtida através do Portal www.depox.tjmg.jus.br).

Pagamento parcelado: O interessado em adquirir o bem em prestações poderá apresentar, por escrito: (i) até o início do primeiro leilão, proposta por valor não inferior ao da avaliação; (ii) até o início do segundo leilão, proposta por valor que não seja inferior a 50% do valor da avaliação atualizada. Ficando esta forma de pagamento sujeito a apreciação do M.M Juiz da causa, (Art. 895, §1, §2, §4, §5, §6, §7, §8, e §9 do NCPC). Condições: depósito do sinal igual ao superior a 25% do valor do lance vencedor, no prazo de 24 hrs do encerramento do leilão, através de guia de depósito judicial do Banco do Brasil, e o restante em até 30 parcelas*, corrigidas mensalmente pelo índice do TJMG garantido por caução idônea (no caso de bens móveis), e pela hipoteca do próprio bem (no caso de bens imóveis). Propostas contendo pagamento parcelado não suspenderá o leilão (NCPC § 6° do art. 895). Propostas de pagamento à vista sempre prevalecerá sobre as propostas de pagamento parcelado.

COMISSÃO: A comissão devida ao Gestor será de 5% sobre o valor da arrematação, não se incluindo no valor do lanço. O depósito da comissão deverá ser feito no prazo de até 24 hrs do encerramento do leilão, na conta da empresa gestora Startup Intermediações Imobiliária Ltda. CNPJ. 19.009.696/0001-45. Banco Caixa Econômica Federal, Agencia 1374, Conta Corrente 2585-4. Decorrido o prazo sem que o arrematante tenha realizado o depósito, tal informação será encaminhada ao MM. Juízo competente para aplicação das medidas legais cabíveis.

Mapa de localização
Leilão Judicial
StartUp Leilões
1ª Praça: 10/03/2022 às 13:00 R$ 3.447.000,00
2ª Praça: 30/03/2022 às 13:00 R$ 1.720.500,00
Incremento mínimo:
R$ 10.000,00
Avaliação:
R$ 3.000.000,00
Visitas:
225

Últimos lances:

Usuário Valor Data Tipo
Sem lances para exibir
Mapa de localização

Compartilhe esta oportunidade: