TERRENO 250M² COM CASA 83M² - CAMPINAS (Pq São Jorge)

ModalidadeOnline
Local do leilãoRua Afonso Celso nº 312 - Vila Mariana / SP.
2ª Praça
AberturaFechamentoLance Inicial
03/10/19 14:0025/10/19 14:00R$ 130.175,00

BEM A SER PRACEADO:IMÓVEL– “UM TERRENOdesignado por Lote 09 da Quadra “Q” do loteamento denominado PARQUE SÃO JORGE, nesta cidade, assim descrito e caracterizado: medindo 10,00m de frente para a Rua Tiago João da Silva, igual medida no fundo confrontando com a propriedade de Carlos Guimarães, por 25,00m de ambos os lados, quem da Rua olha para o imóvel confronta do lado direito com o lote 10, do lado esquerdo com o lote 08, com a área total de 250,00m².

Localização: Rua Tiago João da Silva nº 501 - Parque São Jorge – Campinas/SP.

Cadastro Municipal nº 3321.64.24.0095.01001.Matriculado sob nº 198.795 do 3º CRI de Campinas/SP.

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

Nota¹ - Leilão do imóvel em sua integralidade.A quota-parte dos coproprietários estará resguardada, pois o artigo 843 e parágrafos do Código de Processo Civil, garante que o valor decorrente da alienação, seja primeiramente destinado ao coproprietário e ao cônjuge, considerando o valor previsto no laudo de avaliação e somente depois o saldo restante será revertido ao exequente, para satisfazer seu crédito.

ÔNUS:Consta na referida matrícula:AV.03 –Penhorade 50% do imóvel, ref. autos nº 1023769-13.2016.8.26.0114, em trâmite na 1ª Vara Cível do Foro de Campinas, movida pelo Banco do Brasil SA. Constam também débitos no importe de R$ 1.807,00 referente ao ano de 1993,devidos a Prefeitura de Campinas.

DÉBITOS DA AÇÃO: R$ 202.045,09 – Junho/2018.

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fls.249/275) que corresponde aR$ 209.993,00 (Julho/2018), que será atualizada à época da alienação. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a60%do valor da avaliação judicial, atualizada. Conforme Art. 842 §2º (Não será levada a efeito expropriação por preço inferior ao da avaliação na qual o valor auferido seja incapaz de garantir, ao coproprietário ou ao cônjuge alheio à execução, o correspondente à sua quota parte calculado sobre o valor da avaliação).

1ª Vara Cível de Campinas

  • 1ª Vara Cível de Campinas
  • 1ª Vara Cível de Campinas
Status04 Dias
Maior Lance-
Usuário-
Avaliação209.993,00
Lance mínimo130.175,00
Incremento1.500,00
Área de lances

TERRENO 250M² (10X25) COM CASA DE 83M² DE ÁREA CONSTRUÍDA.

Casa contendo 01 dormitorio + sala + banheiro + cozinha e área de serviço

Localização: Rua Tiago João da Silva nº 501 - Parque São Jorge – Campinas/SP.

2ª Praça - ABERTURA DIA 03/10/2019 - Valor inicial: R$ 130.175,00

BEM A SER PRACEADO:IMÓVEL– “UM TERRENOdesignado por Lote 09 da Quadra “Q” do loteamento denominado PARQUE SÃO JORGE, nesta cidade, assim descrito e caracterizado: medindo 10,00m de frente para a Rua Tiago João da Silva, igual medida no fundo confrontando com a propriedade de Carlos Guimarães, por 25,00m de ambos os lados, quem da Rua olha para o imóvel confronta do lado direito com o lote 10, do lado esquerdo com o lote 08, com a área total de 250,00m².

Cadastro Municipal nº 3321.64.24.0095.01001.Matriculado sob nº 198.795 do 3º CRI de Campinas/SP.

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

Nota¹ - Leilão do imóvel em sua integralidade.A quota-parte dos coproprietários estará resguardada, pois o artigo 843 e parágrafos do Código de Processo Civil, garante que o valor decorrente da alienação, seja primeiramente destinado ao coproprietário e ao cônjuge, considerando o valor previsto no laudo de avaliação e somente depois o saldo restante será revertido ao exequente, para satisfazer seu crédito.

ÔNUS:Consta na referida matrícula:AV.03 –Penhorade 50% do imóvel, ref. autos nº 1023769-13.2016.8.26.0114, em trâmite na 1ª Vara Cível do Foro de Campinas, movida pelo Banco do Brasil SA. Constam também débitos no importe de R$ 1.807,00 referente ao ano de 1993,devidos a Prefeitura de Campinas.

DÉBITOS DA AÇÃO: R$ 202.045,09 – Junho/2018.

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fls.249/275) que corresponde aR$ 209.993,00 (Julho/2018), que será atualizada à época da alienação. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a60%do valor da avaliação judicial, atualizada. Conforme Art. 842 §2º (Não será levada a efeito expropriação por preço inferior ao da avaliação na qual o valor auferido seja incapaz de garantir, ao coproprietário ou ao cônjuge alheio à execução, o correspondente à sua quota parte calculado sobre o valor da avaliação).

PAGAMENTO E CONDIÇÕES DE VENDA:O arrematante efetuará o pagamento à vista.

Pagamento à vista:O depósito deve ser efetuado em até 24 hrs do encerramento do leilão, através de guia de depósito judicial do Banco do Brasil (obtida através do Portal de Custas – Recolhimento e Depósitos do TJSP (link disponível no sítio do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (www.tjsp.jus.br)).

Pagamento parcelado: O interessado em adquirir o bem em prestações poderá apresentar,por escrito: (i) até o início do primeiro leilão, proposta por valor não inferior ao da avaliação, atualizado; (ii) até o início do segundo leilão, proposta por valor que não seja inferior a 60% do valor de avaliação atualizado. Ficando esta forma de pagamento sujeito a apreciação do M.M Juiz da causa, (Art. 895, §1, §2, §4, §5, §6, §7, §8, e §9 do NCPC). Condições:depósito do sinal igual ao superior a 25% do valor do lance vencedor, no prazo de 24 hrs do encerramento do leilão, através de guia de depósito judicial do Banco do Brasil, (obtida através do Portal de Custas – Recolhimento e Depósitos do TJSP (link disponível no sítio do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (www.tjsp.jus.br)), e o restante em até 30 parcelas, corrigidas mensalmente pelo índice do TJSP e garantido por caução idônea (no caso de bens móveis), e pela hipoteca do próprio bem (no caso de bens imóveis). Propostas contendo pagamento parcelado não suspenderá o leilão (NCPC § 6° do art. 895). Propostas de pagamento à vista sempre prevalecerá sobre as propostas de pagamento parcelado.

COMISSÃO:A comissão devida ao Gestor será de 5% sobre o valor da arrematação, não se incluindo no valor do lanço. O depósito da comissão deverá ser feito através de depósito em dinheiro, DOC ou TED, no prazo de até 24 hrs do encerramento do leilão, na conta da empresa gestora Startup Intermediações Imobiliária Ltda. CNPJ. 19.009.696/0001-45. Banco Caixa Econômica Federal, Agencia 1374, Conta Corrente 2585-4. Decorrido o prazo sem que o arrematante tenha realizado o depósito, tal informação será encaminhada ao MM. Juízo competente para aplicação das medidas legais cabíveis.

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM: No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fls.249/275) que corresponde a R$ 209.993,00 (Julho/2018), que será atualizada à época da alienação. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a 60% do valor da avaliação judicial, atualizada. Conforme Art. 842 §2º (Não será levada a efeito expropriação por preço inferior ao da avaliação na qual o valor auferido seja incapaz de garantir, ao coproprietário ou ao cônjuge alheio à execução, o correspondente à sua quota parte calculado sobre o valor da avaliação)

End.: Rua Tiago João da Silva nº 501 - Parque São Jorge – Campinas/SP.

Mapa para 1ª Vara Cível de Campinas

Indisponível
Últimos lances superados
LoginValorDataTipo
Este lote ainda não teve lances superados
Relação de lances por usuário
LoginIPTotal de lancesMaior lance
Este lote ainda não recebeu lances