APTO 3 DORM + 2 VAGAS - ED. VENEZA - SERTÃOZINHO-SP
ModalidadeOnline
Local do leilãoRua Afonso Celso nº 312 - Vila Mariana / SP.
TipoAberturaFechamentoLance Inicial
1ª Praça04/06/19 14:0007/06/19 14:00Encerrado
2ª Praça07/06/19 14:0027/06/19 14:00Encerrado

BEM A SER PRACEADO:IMÓVEL– “ Um apartamento residencial sob nº 71 (setenta e um), localizado no 7º andar ou 10º pavimento Tipo do Condomínio EDIFICIO VENEZA, situado nesta Cidade e Comarca de Sertãozinho, com frente para a Rua APRÍGIO DE ARAUJO Nº 1.466 (um mil, quatrocentos e sessenta e seis), contendo sala com varanda, 2 quartos com banho e varanda, 1 suíte com varanda, closet e banho, 1 roupeiro, copa/cozinha, despensa, lavanderia, depósito, wc, lavabo, elevadores (social/serviço), hall na saída dos elevadores (social/serviço) e escadarias, com a área útil de 206,015 metros quadrados, área comum de 103,67059 metros quadrados, perfazendo a área total de 309,68559 metros quadrados, correspondendo-lhe uma fração ideal de 0,04694418 no terreno e nas coisas comuns, confrontando: pela frente com espaço aéreo da Rua Aprígio de Araújo e de áreas comuns do condomínio; pelo lado direito de quem do apartamento olha para a Rua, confronta com o espaço aéreo do terreno de propriedade de Kátia Kobayashi; pelo lado esquerdo confronta com espaço aéreo do terreno de propriedade de Décio Rosa e sua mulher e com o hall; e, pelos fundos confronta com espaço aéreo de áreas comuns do condomínio, com escadarias, com hall, com ponto de parada do elevado social e com o hall social, cabendo a essa unidade autônoma o direito ao estacionamento em 02 vagas de garagens, situadas no subsolo e no pavimento térreo, individuais e indeterminadas, consideradas como área comum do condomínio. O terreno onde se assenta o edifício contém 682,00 metros quadrados e está devidamente descrito na matricula nº 24.674”. Matriculado no Cartório de Registro de Imóveis da Cidade de Sertãozinho/SP sob onº 53.961.

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

ÔNUS:Consta na referida matrícula:R.05 e R.06 – Hipotecaem favor do Banco do Brasil S/A;Av.07 – Penhoraref. autos nº 0007333-07.2013.8.26.0597, em trâmite na 3ª Vara Cível do Foro de Sertãozinho, movida pelo Banco Bradesco S/A. Constam débitos relativos aoIPTU e Dívida Ativano importe de R$ 142.952,80(Fev/2019),devidos a Municipalidade. Constam tambémdébitos condominiaisno importe de R$ 47.291,44 (Março/2019), ref. autos nº 1002218-12.2018.8.26.0597, em tramite na 2ª Vara Cível do Foro de Sertãozinho, movida pelo Condomínio Edifício Veneza.

VALOR DA DÍVIDA EXEQUENDA:R$ 2.792.994,87 (Fevereiro/2018).

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial que corresponde aR$ 750.000,00 (Abril/2017), que será atualizada à época da alienação. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a60%do valor atualizado da avaliação judicial (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

3ª Vara Cível do Foro Sertãozinho

Lote 01: 3ª Vara Cível do Foro Sertãozinho

Valores atualizados

Avaliação750.000,00
Lance mínimo475.200,00
Incremento3.000,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas633

BEM A SER PRACEADO:IMÓVEL– “ Um apartamento residencial sob nº 71 (setenta e um), localizado no 7º andar ou 10º pavimento Tipo do Condomínio EDIFICIO VENEZA, situado nesta Cidade e Comarca de Sertãozinho, com frente para a Rua APRÍGIO DE ARAUJO Nº 1.466 (um mil, quatrocentos e sessenta e seis), contendo sala com varanda, 2 quartos com banho e varanda, 1 suíte com varanda, closet e banho, 1 roupeiro, copa/cozinha, despensa, lavanderia, depósito, wc, lavabo, elevadores (social/serviço), hall na saída dos elevadores (social/serviço) e escadarias, com a área útil de 206,015 metros quadrados, área comum de 103,67059 metros quadrados, perfazendo a área total de 309,68559 metros quadrados, correspondendo-lhe uma fração ideal de 0,04694418 no terreno e nas coisas comuns, confrontando: pela frente com espaço aéreo da Rua Aprígio de Araújo e de áreas comuns do condomínio; pelo lado direito de quem do apartamento olha para a Rua, confronta com o espaço aéreo do terreno de propriedade de Kátia Kobayashi; pelo lado esquerdo confronta com espaço aéreo do terreno de propriedade de Décio Rosa e sua mulher e com o hall; e, pelos fundos confronta com espaço aéreo de áreas comuns do condomínio, com escadarias, com hall, com ponto de parada do elevado social e com o hall social, cabendo a essa unidade autônoma o direito ao estacionamento em 02 vagas de garagens, situadas no subsolo e no pavimento térreo, individuais e indeterminadas, consideradas como área comum do condomínio. O terreno onde se assenta o edifício contém 682,00 metros quadrados e está devidamente descrito na matricula nº 24.674”.

Matriculado no Cartório de Registro de Imóveis da Cidade de Sertãozinho/SP sob onº 53.961.

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

ÔNUS:Consta na referida matrícula:R.05 e R.06 – Hipotecaem favor do Banco do Brasil S/A;Av.07 – Penhoraref. autos nº 0007333-07.2013.8.26.0597, em trâmite na 3ª Vara Cível do Foro de Sertãozinho, movida pelo Banco Bradesco S/A. Constam débitos relativos aoIPTU e Dívida Ativano importe de R$ 142.952,80(Fev/2019),devidos a Municipalidade. Constam tambémdébitos condominiaisno importe de R$ 47.291,44 (Março/2019), ref. autos nº 1002218-12.2018.8.26.0597, em tramite na 2ª Vara Cível do Foro de Sertãozinho, movida pelo Condomínio Edifício Veneza.

VALOR DA DÍVIDA EXEQUENDA:R$ 2.792.994,87 (Fevereiro/2018).

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial que corresponde aR$ 750.000,00 (Abril/2017), que será atualizada à época da alienação. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a60%do valor atualizado da avaliação judicial (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).