3ª Vara Cível do Foro de Andradina

Lote 01: 3ª Vara Cível do Foro de Andradina

Valores atualizados

Avaliação750.000,00
Lance mínimo750.000,00
Incremento3.000,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas4

ÁREA RURAL 19,49 HECTARES COM BENFEITORIAS - BAIRRO TIMBORÉ - ANDRADINA / SP.

LOTE 01 - IMÓVEL RURAL– “Denominado Sitio São Sebastião (Atual Estância Koike), situado no Bairro Timboré, município e comarca de Andradina, Estado de São Paulo c/ a área de 7 alqueires e 15.513 metros quadrados, ou seja, 19,49,13 has de terras, contendo benfeitorias, dividindo e confrontando ao norte com terras de Simplicio Pedro da Silva, ao Sul com terras de Sihei Koike, à Leste com terras da Fazenda Guanabara e a Oeste com a estrada municipal Timboré – Andradina.

ConformeAv.02/1.509– Características corretas do imóvel: “Uma área de terras rurais, na Fazenda Barra do Tiête, imóvel Guanabara, neste município e comarca de Andradina – SP, com a área de 18,49,13 Ha., dentro das seguintes divisas: começa em um marco na Estrada Andradina – Timboré, na divisa de Waldemar Moreno, segue rumo SE 88° 55´ na distância de 1.442,00 metros, até a divisa da Fazenda Guanabara, daí segue rumo NE 2° 00`na distância de 129,00 metros, até a divisa de Simplício Pedro da Silva, daí pela mesma divisa, rumo 89° 00 na distância de 1.437,00 metros até o marco colocado na mediana, dividindo com o mesmo, daí à esquerda pela dita Estrada, até o ponto de partida, na distância de 128,00 metros, contendo diversas benfeitorias.” Cadastro INCRA nº 607.010.006.076-0. Cadastro Receita Federal nº 0.752.592-3.

Matriculado sob nº 1.509 do CRI de Andradina/SP.Avaliação: R$ 750.000,00 (Junho/2019).

ÔNUS:Consta na referida matrículaR.11/ R.29 / R.32 / R.36– Hipoteca em Favor do Banco do Brasil S/A;

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fl.114) realizada em Junho/2019, correspondente aoLOTE 01-R$ 750.000,00 (Imóvel). No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a70%do valor da avaliação judicial, equivalente aoLOTE 01 -R$ 525.000,00.(Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

Os bens serão vendidos no estado de conservação em que se encontram, sem garantia, constituindo ônus ao interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

3ª Vara Cível do Foro Carapicuíba

Lote 01: 3ª Vara Cível do Foro Carapicuíba

Valores atualizados

Avaliação419.708,31
Lance mínimo419.708,31
Incremento1.500,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas4

LOTE 01  IMÓVEL – Um terreno à Rua Basílio, Lote 58, na Vila Águia, no Distrito de Carapicuíba, medindo 10ms de frente, por 30m da frente aos fundos de ambos os lados, tendo nos fundos a mesma largura da frente, encerrando a área de 300m², confrontando de um lado com o Lote 57, de outro com o lote 59, e nos fundos com a Sociedade Terrenos de Osasco. Á margem desta transcrição, foi feita a averbação sob nº 1, para constar a construção de UMA CASA que tomou o nº 15 da Rua Basílio.” Cadastro Municipal nº 23253.50.98.0664.00.000. Transcrição sob nº 51.305 do 10º CRI de São Paulo/SP.

Avaliação: R$ 419.708,31Localização: Rua Basílio nº 15 – Vila Águia Branca – Carapicuíba/SP

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM: No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial que corresponde ao LOTE 01 – R$ 419.708,31. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a 60% do valor da avaliação judicial (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

Os bens serão vendidos no estado de conservação em que se encontram, sem garantia, constituindo ônus ao interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

1ª Vara Cível de Campinas

Lote 01: 1ª Vara Cível de Campinas

Valores atualizados

Avaliação209.993,00
Lance mínimo130.175,00
Incremento1.500,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas980

TERRENO 250M² (10X25) COM CASA DE 83M² DE ÁREA CONSTRUÍDA.

Casa contendo 01 dormitorio + sala + banheiro + cozinha e área de serviço

Localização: Rua Tiago João da Silva nº 501 - Parque São Jorge – Campinas/SP.

2ª Praça - ABERTURA DIA 03/10/2019 - Valor inicial: R$ 130.175,00

BEM A SER PRACEADO:IMÓVEL– “UM TERRENOdesignado por Lote 09 da Quadra “Q” do loteamento denominado PARQUE SÃO JORGE, nesta cidade, assim descrito e caracterizado: medindo 10,00m de frente para a Rua Tiago João da Silva, igual medida no fundo confrontando com a propriedade de Carlos Guimarães, por 25,00m de ambos os lados, quem da Rua olha para o imóvel confronta do lado direito com o lote 10, do lado esquerdo com o lote 08, com a área total de 250,00m².

Cadastro Municipal nº 3321.64.24.0095.01001.Matriculado sob nº 198.795 do 3º CRI de Campinas/SP.

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

Nota¹ - Leilão do imóvel em sua integralidade.A quota-parte dos coproprietários estará resguardada, pois o artigo 843 e parágrafos do Código de Processo Civil, garante que o valor decorrente da alienação, seja primeiramente destinado ao coproprietário e ao cônjuge, considerando o valor previsto no laudo de avaliação e somente depois o saldo restante será revertido ao exequente, para satisfazer seu crédito.

ÔNUS:Consta na referida matrícula:AV.03 –Penhorade 50% do imóvel, ref. autos nº 1023769-13.2016.8.26.0114, em trâmite na 1ª Vara Cível do Foro de Campinas, movida pelo Banco do Brasil SA. Constam também débitos no importe de R$ 1.807,00 referente ao ano de 1993,devidos a Prefeitura de Campinas.

DÉBITOS DA AÇÃO: R$ 202.045,09 – Junho/2018.

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fls.249/275) que corresponde aR$ 209.993,00 (Julho/2018), que será atualizada à época da alienação. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a60%do valor da avaliação judicial, atualizada. Conforme Art. 842 §2º (Não será levada a efeito expropriação por preço inferior ao da avaliação na qual o valor auferido seja incapaz de garantir, ao coproprietário ou ao cônjuge alheio à execução, o correspondente à sua quota parte calculado sobre o valor da avaliação).

1ª Vara Cível do Foro de Piraju

Lote 01: 1ª Vara Cível do Foro de Piraju

Valores atualizados

Avaliação363.651,89
Lance mínimo363.651,89
Incremento1.500,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas678

BEM A SER PRACEADO:PARTE IDEAL DE 19,312% DO IMÓVEL - CORRESPONDENTE A 6,90 ALQUEIRES DE TERRAS

IMÓVEL:PIRAJU – FAZENDA SANTA MARTA.“Um imóvel agrícola denominado Santa Marta, encravado na fazenda Enxovia, ou Agua Morna, deste município, com a área de 35,817 alqueires, equivalentes a 86,67 71 há., tudo mais ou menos, contendo as benfeitorias constantes de 3 casas de tijolos, cobertas de telhas, uma tulha de taboas, coberta de telhas, terreiro ladrilhado, mangueira de taboas e galpão coberto de telhas, 9.000 cafeeiros, 6.000 pés de eucaliptos, pomar e outras benfeitorias menores existentes, dividindo e confrontando em seu todo com José Maurício de Oliveira Leme, Via Raposo Tavares, João Venturelli, José Bernardino Venturelli, Represa Jurumirim, Lauro Damiati, dito imóvel é remanescente de área maior; havido por compra a VicenteDell’ Agnolo e muller, conforme escritura lavrada nº2º ofício local em 20.11.68, pelo valor de CR. 58.000,00, devidamente transcrita sob número 24.691”.

Cadastro no INCRA nº 628.085.003.964-4. Cadastro na Receita Federal nº 0755434-6.

Matriculado sob nº 3.445 do CRI de Piraju/SP.Avaliação:R$ 363.651,89

Laudo de Avaliação:Na área avaliada, existem benfeitorias e edificações:

a) 01 Barracão de alvenaria, destinado a guarda de máquinas agrícolas, insumos e estoques, com área construída de aproximadamente 350,00m².

b) 01 Barracão de alvenaria, destinado a guarda de equipamentos e insumos, com área construída de aproximadamente 300,00m².

c) 01 Silo metálico, destinado a secagem de café, com diâmetro de aproximadamente 8,00m, possui muitos anos de uso, com sinais de ferrugem e em estado de deterioração.

d) 01 Casa do Caseiro, de nível rústico, destinada a moradia de empregado, com área construída de aproximadamente 36,00 m², com anomalias e trincas na alvenaria.

e) 04 Casas de alvenaria, de nível muito rústico, destinada a moradia de antigos colonos, porém desativadas, abandonadas e deterioradas, com área construída de aproximadamente 15,00 m² cada.

f) 03 Tulhas de madeira, muito rústicas e em estado de deterioração, totalizando uma área total de 70,00m². 

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM: No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fls.175/198) no importe de R$ 1.883.035,88em sua totalidade, ou seja, para PARTE IDEAL CORRESPONDENTE A 19,3120% DO IMÓVEL, corresponde a R$ 363.651,89 (Junho/2018), que será atualizada à época da alienação. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a 60% do valor atualizado da avaliação judicial (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

4ª Vara Cível de Votuporanga

Lote 01: 4ª Vara Cível de Votuporanga

Valores atualizados

Avaliação100.000,00
Lance mínimo56.838,50
Incremento1.500,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas294

BEM A SER PRACEADO: COTA PARTE CORRESPONDENTE A 25% DO IMÓVEL COMERCIAL

IMÓVEL - “Um terreno medindo treze metros e trinta centímetros (13,30) de frente, igual dimensão nos fundos, por trinta e nove metros e noventa e oito centímetros (39,98) de cada lado, correspondentes a 531,73 metros quadrados, constituído do lote vinte e seis (26), da quadra dois (2), cadastro municipal SE 11 03 02 26, situado à Rua do Café, lado par, no loteamento “Vale do Sol”, nesta cidade, distrito, município e comarca de Votuporanga, confrontando pela frente com a rua do Café, do lado direito com o lote 27, do lado esquerdo com o lote 25 e nos fundos com os lotes 18 e 21; imóvel esse distante 59,10 metros da esquina da Avenida Vale do Sol”. Conforme Av.06/23.635 - No referido terreno foi edificado um prédio industrial com área construída de 451,18m², sendo 418,48m² de Oficina e 32,70m² de escritório, emplacada sob nº 3.416 da Rua do Café. Avaliação: R$ 400.000,00 em sua totalidade. 

Localização: Rua do Café nº 3.416 - Votuporanga/SP. Matriculado sob nº 23.635 do CRI de Votuporanga/SP.  

O bem será vendido no estado de conservação que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM: No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação realizada em Fevereiro/2016 no valor de R$ 100.000,00, correspondente a cota parte de 25% do imóvel, que, atualizado para o leilão, corresponde a R$ 113.676,85. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a 50% do valor da avaliação judicial atualizada, equivalente a R$ 56.838,50 (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

2ª Vara Cível do Foro de Igarapava

Lote 01: 2ª Vara Cível do Foro de Igarapava

Valores atualizados

Avaliação2.150.000,00
Lance mínimo1.554.889,00
Incremento3.000,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas379

IMÓVEL COMERCIAL - SUPERMERCADO MEDEIROS - TERRENO 1225M² e 1000M² DE ÁREA CONSTRUÍDA 

Localização: Supermercado Medeiros – Rua Joaquim Martins nº 685 – Centro – Buritizal – SP.

IMÓVEL:“Os lotes de terrenos nº 07 e 08 da quadra 28, situados na Cidade de Buritizal, desta Comarca, na Rua Joaquim Martins, lado ímpar, esquina da Rua José Vieira, medindo 35,00 (trinta e cinco) metros de frente para a primeira via, igual medida no fundo, em divisa com João Edson Sarreta, por 35,00 (trinta e cinco) metros da frente ao fundo, de ambos os lados, confrontando do lado direito de quem da rua olha para o imóvel com a Rua José Vieira, e do lado esquerdo, com Elzo Garcia da Silveira, e localizado na quadra circundada pelas citadas vias, pela Rua Washington Luiz e Praça Expedicionário Eurípedes”.

Cadastro Municipal nº 28.43.149.Matriculado sob nº 8.478 do CRI de IgarapavaAvaliação: R$ 2.150.000,00 (Julho/2018). 

Conforme Avaliação:No referido imóvel foi edificado um Supermercado, composto no seu interior, além do Salão Comercial, mais 05 cômodos, com aproximadamente 1.000,00 m² (Mil metros quadrados) de área construída, construção feita de tijolos, com cobertura metálica e com forro em PVC, piso de granilite e aparte da frente toda em Blidex. Construção não averbada na matrícula.

Os bens serão vendidos no estado de conservação em que se encontram, sem garantia, constituindo ônus ao interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação judicial eletrônica.

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fl.154) realizada em Julho/2018, corresponde a R$ 2.150.000,00, que, atualizado para o leilão, perfaz o montante deR$ 2.221.269,00. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a70%do valor atualizado da avaliação judicial, equivalente aR$ 1.554.889,00. (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

1ª Vara Civel de Vargem Grande Sul

Lote 01: 1ª Vara Civel de Vargem Grande Sul

Valores atualizados

Avaliação250.625,00
Lance mínimo154.048,00
Incremento2.000,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas328

BEM A SER PRACEADO:

IMÓVEL– “UMA GLEBA DE TERRAS, situada neste município e comarca de Casa Branca, no lugar denominado LAMBARI, com a área de cinco alqueires e um oitenta ávos (5 – 1/80 ávos), correspondente a 12,229 has, contendo como benfeitorias uma casa, confinando com Irmãos Barioni, Adelino Martinelli, Domingos Maschietto, Tertuliana Nepomuceno”.

Conforme Avaliação:Trata-se de uma área de grande depressão, degradada por extração de argila, sem qualquer benfeitoria existente.

Matriculado sob nº 887 do CRI de Casa Branca/SP.

ÔNUS: Consta na referida matrícula AV.19 – Indisponibilidade dos bens, ref. autos nº 0004025-04.2004.8.26.0653 em trâmite na 1ª Vara Cível do Foro de Vargem Grande do Sul, movida pela Fazenda Nacional.

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM: No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fl.416) que corresponde a R$ 250.625,00 (Novembro/2018), que, atualizado para o leilão, perfaz o montante de R$ 256.746,00. No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a 60% (sessenta) do valor atualizado da avaliação judicial, no montante de R$ 154.048,00. (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

O bem será vendido no estado de conservação em que se encontra, sem garantia, constituindo ônus do interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação eletrônica.

Vara Única do Foro de Junquerópolis

Lote 01: Vara Única do Foro de Junquerópolis

Valores atualizados

Avaliação1.000.000,00
Lance mínimo600.000,00
Incremento3.000,00

Resultado parcial

Maior lance-
Usuário-
Visitas307

CASA COM TERRENO DE 660M² - CENTRO DE JUNQUERÓPOLIS

Localização: Rua General Osório nº 763 – Centro – Junqueirópolis / SP.

2ª PRAÇA - VALOR MÍNIMO R$ 600.000,00 - Abertura dia 04/10/2019 

IMÓVEL:Um terreno urbano, constituído por partes dos lotes números 15 (quinze) e 16 (dezesseis) da quadra 65 (sessenta e cinco), da planta do loteamento da cidade, e comarca de Junqueirópolis, estado de São Paulo, assim constituídos: a) parte do lote 15, da quadra 65, medindo 15 metros de frente por 22 ditos da frente aos fundos, perfazendo a área de 330 metros quadrados, dividindo pela frente com a Avenida Bandeirantes, pelos fundos com o remanescente do mesmo lote 15, de um lado, com o lote 14 e do outro lado com o lote 16; b)parte do lote 16, da quadra 65, medindo 15 metros de frente por 22 ditos da frente aos fundos, perfazendo a área de 330 meros quadrados, confrontando pela frente com a Avenida Bandeirantes, pelos fundos, com o remanescente do lote 16, de uma lado com o lote 15 e do outro lado, fazendo esquina, com a Rua General Osório; formando as duas partes, um todo, medindo 22 metros para a Rua General Osório, por trinta (30) ditos para a Avenida Bandeirantes, com a área total de 660 metros quadrados, dividindo pelos fundos com o restante dos lotes 15 e 16, pela frente com a Avenida Bandeirantes, de um lado com o lote 14 e do outro com a Rua General Osório. Contendo um prédio residencial, constituído de tijolos, sob nº 763 da Rua General Osório, anteriormente a 1966.” Cadastro Municipal nº 01.02.014.0261.001.001.

Matriculado sob nº 1.743 do CRI de Junqueirópolis/SP.Avaliação: R$ 1.000.000,00 (Junho/2019).

Localização:Rua General Osório nº 763 – Centro – Junqueirópolis / SP.

VALOR MÍNIMO DA VENDA DO BEM:No primeiro leilão, o valor mínimo para a venda do bem apregoado será o valor da avaliação judicial (fl.91) que corresponde aR$ 1.000.000,00 (Junho/2019). No segundo leilão, o valor mínimo para a venda do bem corresponderá a60%do valor da avaliação judicial, no importe deR$ 600.000,00. (Art. 891 do NCPC, Parágrafo único. Considera-se lance vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital).

Os bens serão vendidos no estado de conservação em que se encontram, sem garantia, constituindo ônus ao interessado verificar suas condições, antes das datas designadas para a alienação judicial eletrônica.